TENDÊNCIAS TECNOLÓGICAS NO TRATAMENTO DE GÁS TOLUENO

Suéllen Tonatto Ferrazzo, Lucimara Bragagnolo, Eduardo Pavan Korf

Resumen


Produzidos em processos industriais e comumente detectados em áreas urbanas, os carbonos orgânicos voláteis são os principais poluentes atmosféricos. Dentre eles, o tolueno é um poluente significativo, com potencial altamente tóxico e mutagênico, que deve ter sua emissão rigorosamente controlada. O procedimento metodológico envolveu a seleção e análise de estudos publicados nos últimos 5 anos, bem como os artigos mais citados anteriores a esse período. A partir dessa avaliação, constatou-se que os principais métodos de tratamento de gás tolueno incluem a biodegradação, absorção, adsorção e oxidação catalítica e fotocatalítica, bem como pela associação destas técnicas. Este trabalho discute os recentes desenvolvimentos em pesquisas para tratamento do gás tolueno, assinalando tendências e aplicabilidade. Verificou-se que os principais avanços se relacionam ao uso de materiais de baixo custo e alta disponibilidade ou materiais de alto desempenho, bem como em sistemas híbridos de tratamento de tolueno, com destaque para a adsorção associada a oxidação catalítica e fotocatalítica. Esta revisão fornece um panorama de materiais, técnicas e sistemas que correspondem a avanços tecnológicos no tratamento de gás tolueno e identifica tendências e lacunas do conhecimento deste processo.


Palabras clave


biofiltração; oxidação catalítica; adsorção; absorção; carbonos orgânicos voláteis; poluição do ar; sistemas de tratamento de gases

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2021.14.2.75502