ENTRAVES NA IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO BRASIL

Raisa Rodrigues Neves, Antonio Carlos Novaes Moreira, Deyved Leonam Guimarães do Nascimento, Risete Maria Queiroz Leão Braga, Lindemberg Lima Fernades

Resumen


A problemática dos resíduos sólidos vem sendo discutida constantemente em vários países, no intuito de propor e adotar alternativas para solucionar essas questões. A geração de resíduos sólidos é considerada um dos grandes fatores relacionados à crise ambiental, devido ao desperdício de matéria e energia, bem como pelos impactos ambientais provocados pela disposição final inadequada de materiais que poderiam ser reciclados ou reutilizados. Dentre os diversos tipos de resíduos, destaca-se a elevada produção de resíduos sólidos urbanos (RSU) ligados aos padrões de consumo da sociedade, principalmente em locais com alta densidade populacional, sendo caracterizados por materiais de difícil degradação na natureza e que podem contribuir para danos ao meio ambiente e à população, quando manuseados de forma inadequada, como: proliferação de doenças, maus odores, emissão de gases poluentes para atmosfera, entre outros. Diante desse cenário, viu-se a necessidade de criar políticas públicas relacionadas aos serviços de resíduos sólidos capazes de fornecer diretrizes, a fim de adequar os padrões de consumo com as vertentes do desenvolvimento sustentável. No entanto, existem diversos fatores relacionados às dificuldades em implementar as diretrizes propostas pela legislação vigente, dentre eles, as limitações nos aspectos técnicos e financeiros ainda são consideradas grandes desafios na garantia da eficiência da Política Nacional de Resíduos Sólidos.


Palabras clave


gestão de residuos; planos de gestão integrada; implementação de políticas públicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2021.14.2.75132