ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO DE PERCOLADO DO ATERRO DE DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE BOA VISTA POR MEIO DE METODOLOGIAS EMPÍRICAS

Adriano Frutuoso da Silva, Flaider Alves Pimentel, Joaquim Araújo Costa Neto, Silvestre Lopes de Nóbrega, Andressa Santos Pereira

Resumen


Este trabalho tem como objetivo estimar, através dos métodos empíricos Suíço, Racional e Balanço Hídrico, a produção de percolado do aterro de disposição de resíduos sólidos de Boa Vista/RR, considerando os dados climatológicos da região, correspondente a uma série histórica de 35 anos (1980 - 2015). Para tanto, foi utilizada a planilha eletrônica BHídrico GD 4.0-2004, para o cálculo do balanço hídrico climatológico e determinação da evapotranspiração que foi utilizada na estimativa da produção do percolado. Os resultados indicaram, para os métodos racional e balanço hídrico, geração de percolado apenas nos meses de excedente hídrico, com valores bastante expressivos. Já para o método suíço a produção de percolado foi observada ao longo de todo o ano. Esses resultados são bastante importantes, tendo em vista que o aterro, objeto deste estudo, não dispõe de sistema de tratamento de percolado nem de revestimento de base adequado, além de estar situado cerca de 150 m do Igarapé Wai Grande.


Palabras clave


residuos sólidos; balanço hídrico; lixiviado

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2021.14.2.72134