ANÁLISE DAS EFICIÊNCIAS DOS ECOPONTOS DA CIDADE DE FORTALEZA NO CEARÁ PELO MODELO DEA SBM ORIENTADO A OUTPUT

Adriano Ricardo Almeida Alexandre, Marisete Dantas Aquino, Hozana Raquel de Medeiros Garcia, Antonio Clécio Fontelles Thomaz

Resumen


Esta pesquisa deteve-se a análise das eficiências dos Ecopontos da cidade de Fortaleza, no estado do Ceará através do modelo DEA (Data Envelopment Analisys) utilizando o método SBR (Slacks-Based Measure) orientado a output (produtos) com escalas variáveis (SBM- O- V). As DMUs (Decision Making Unit) do modelo são vinte e cinco Ecopontos, onde existem dois programas de coleta incentivada, o programa “Recicla Fortaleza” e “E- carroceiro”. Os inputs do modelo são as produções de resíduos da construção civil (entulhos), corte e podas de vegetação mais os resíduos volumosos (inservíveis como mobília velha, geladeira e outros), OGR (óleo e gorduras em geral), resíduos recicláveis com os outputs advindos das receitas com as bonificações em reais (R$) do OGR e resíduos recicláveis. As eficiências encontradas pelo modelo SBR- O- V das fronteiras clássicas e invertidas são transformadas em eficiências compostas e essas em normatizadas. Um escalonamento das eficiências normatizadas das menos eficientes a mais eficiente é demonstrado. A análise do escalonamento indica os Ecopontos menos eficientes e quais atitudes gerenciais devem ser tomadas buscando uma maximização da produção com a minimização das bonificações.


Palabras clave


análise das eficiências dos Ecopontos; DEA SBM orientado a output; eficiências normatizadas; programas de incentivo à coleta urbana

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2021.14.2.72031